Campanha de matrícula escolar: como aumentar sua conversão em 8 passos - parte 2

Views: 811

Written by:

Campanha de matrícula escolar: como aumentar sua conversão em 8 passos (parte 2)6 min de leitura

Como potencializar a chegada de novos alunos e assegurar a permanência dos já matriculados ocupa grande parte do trabalho dos gestores escolares no período de elaboração da campanha de matrícula e rematrícula. Enquanto a maioria das instituições de ensino usam o segundo semestre para colocar em ação essas estratégias, outras escolas já começaram a notar que os resultados costumam ser mais positivos se as ações pensadas para atrair, reter e fidelizar alunos aconteçam ao longo de todo ano.

Na semana passada, contamos aqui no blog Escolas Exponenciais os 4 primeiros passos de uma Campanha de Matrícula de Sucesso.

Hoje, separamos mais 4 dicas valiosas para você alavancar os índices de entrada e de permanência de estudantes na sua instituição.

 

Confira:  

5- Esteja atento às novas demandas

Entender que as expectativas podem se alterar ao longo do tempo também é importante para caminhar lado a lado com os anseios dos pais. Respaldados nas mudanças que precisam e que têm condições de aplicar, os colégios têm mais segurança para escolher quais novidades vão investir e qual impacto que elas terão na fidelização e na satisfação do seu público-alvo.

O Colégio See-Saw Educação Bilingue, de São Paulo, é um exemplo do quanto a análise das novas demandas pode trazer resultados positivos e ampliar a efetividade da campanha de rematrícula.

“Temos observado uma mudança no público que frequenta a escola durante os últimos anos e por isso mudamos algumas estratégias. Estamos ampliando alguns horários tentando atender principalmente às famílias com filhos na educação infantil, pois esse foi um grupo que mais mudou em termos de expectativa da escola”, ressaltou Cesar Pazinatto, diretor geral do colégio.

 

Veja os resultados da pesquisa para entender a expectativa e as preferências dos pais em relação à escola

 

6- Reforce a mensagem com colaboradores

Se a ideia é prometer aquilo que pode entregar e acompanhar de perto se as expectativas estão sendo atendidas é essencial estimular a participação dos colaboradores, em especial da equipe pedagógica, de forma a transformá-los em protagonistas no processo de transmissão dos valores e dos objetivos da sua instituição.

Por estarem em contato direto com os alunos, eles podem acompanhar se a proposta ‘prometida’ está sendo executada na prática e dar constantes feedbacks ao setor administrativo sobre o andamento da escola, na ótica de pais e alunos. Desta forma, é essencial cuidar para que a equipe esteja ciente e alinhada com os valores da escola, visando haver coerência nas ações de forma global e reflexos positivos nos resultados.

“Sempre prometemos um ensino de qualidade e inovador e a equipe pedagógica é constantemente lembrada disso. Dessa forma conseguimos acompanhar o que está sendo feito e, caso necessário, corrigimos o que não estiver dentro do que foi prometido”, exemplificou Pazinatto, do See Saw.

Orientá-los a ouvir atentamente os pontos levantados e jamais se esquivar das respostas (ainda que seja preciso levar a questão para outros setores) são posturas que ajudam a manter a confiança e um bom diálogo entre sua equipe e os pais.

“Cuidamos muito da comunicação com as famílias e a coordenação é bastante próxima delas. Isso nos permite ter clareza e uma fotografia real das suas angústias e sugestões. Não negligenciamos suas críticas, damos ouvido e cuidamos de cada uma delas”, afirmou Adriana do Albert Sabin.

 

Confira como o diálogo escola-família é essencial para manter pais e alunos fidelizados

 

7- Afine sua comunicação

Definidas as ações a serem trabalhadas e prometidas na campanha de matrícula, chega o momento de colocar em prática a estratégia de comunicação com os pais. E os gestores precisam ter em mente que esse é uma oportunidade ímpar de aproximação com seu público, e, por isso, exige um olhar cada vez mais acurado. Usar o storytelling, contando histórias verdadeiras de sucesso dos alunos, por exemplo, é uma estratégia que pode aproximá-los ainda mais da escola, gerando empatia e promovendo uma identificação imediata.

“Na hora de planejar a campanha rematrícula é importante ter em mente que quanto mais segmentada for a comunicação, melhor. Os pais não querem saber o que acontece com a escola inteira, mas sim com a realidade do filho”, destacou Sherafat.

Neste sentido, ter clareza sobre como usar os canais de comunicação também contribui para a efetividade no relacionamento com pais e alunos. No caso de colégios que trabalham com ferramentas específicas de comunicação escolar, como o ClassApp, por exemplo, esse diálogo tende a ser mais assertivo, tendo em vista que promovem uma comunicação “ponto a ponto”, com menos riscos de ruídos ou  distrações.

 

8- Transformando pais em embaixadores da escola

Conhecendo suas expectativas e dialogando direto com as famílias, as escolas chegam ao principal objetivo da campanha de matrícula/rematrícula: a atração e fidelização de alunos, certo? Em grande parte, sim. Mas é preciso saber que as escolas podem ir além, tornando pais e alunos promotores da sua marca! E transformá-los em “embaixadores” é, sem dúvidas, alcançar o ponto de maior êxito no marketing da sua escola.

Porém, para isso, é fundamental não apenas prestar um serviço de qualidade, mas fazer com que as ações e os feitos realizados e conquistas pela escola, cheguem até eles. Neste ponto, a comunicação ganha, novamente, um papel central. Afinal, quanto mais informados, mais tendem a estar satisfeitos com o trabalho desenvolvido e assim, melhor vão comunicá-lo a potenciais clientes.

“Hoje em dia existe muita oferta e precisamos nos destacar de alguma forma. O depoimento de um pai falando bem da escola, dizendo que está satisfeito e ressaltando o desenvolvimento cognitivo do filho com certeza será considerado, por isso trabalhamos para que o boca a boca funcione perfeitamente”, apontou o coordenador de marketing do Colégio Palmares.

Tendo em mente que esse diálogo deve ser duradouro e não se restringir ao momento da matrícula, como citamos no início do artigo, as escolas ganham inúmeras oportunidades de aproximação com os pais, seja no dia a dia, durante eventos e festas ou em reuniões e visitas.

“Na homenagem aos pais, por exemplo, nos preocupamos em trazer emoção e em mostrar o trabalho pedagógico que está sendo desenvolvido. São muitas crianças, mas cada uma é vista pela escola como se fosse única, assim como o sentimento do pai naquele momento”, contou Adriana sobre a experiência vivida no Colégio Albert Sabin.

Assim, podemos afirmar que a comunicação constante de experiências positivas, alimentadas pelo conhecimento sólido sobre seus principais objetivos, alavancam o relacionamento e proporcionam segurança para a permanência dos alunos, além de ajudar a atrair novos estudantes.

E no seu colégio, quais são as estratégias adotadas para potencializar a campanha de matrícula?

Comentários