4 min de leitura

No universo das escolas de cursos livres, muito embora o objetivo seja o aprofundamento em uma habilidade ou em um conhecimento mais específico, os desafios são semelhantes aos do ensino tradicional, especialmente no que tange à comunicação. Por serem optativos, os cursos nem sempre ganham um peso tão relevante na rotina familiar – o que distancia o diálogo e o relacionamento com alunos e pais, dificultando assim, a fidelização.

Foi o que sentiu na pele a escola de idiomas Achieve Languages, de Belém (PA). Depois de enfrentar problemas como informações sem controle trocadas pelo WhatsApp e reclamações de pais por não terem sido avisados sobre datas importantes, a instituição iniciou a busca por uma ferramenta que proporcionasse a troca de mensagens de forma mais segura, assertiva e eficaz. Encontrou no ClassApp o modelo adequado para solucionar seu problema de comunicação, dinamizar processos e ajudar na atração de novos alunos.

“O ClassApp foi implantado há cerca de um ano e, desde então, nosso relacionamento com os pais assíduos do aplicativo melhorou muito. Pudemos utilizar a ferramenta como benefício de venda para novos alunos, conseguimos automatizar processos que demoravam o dobro ou o triplo do tempo e nossa comunicação se tornou muito mais direta com os pais, alunos e funcionários da escola”, destacou o diretor da unidade, Gabriel Fernandes Kineippe.

O diretor conta que, por meio das interações proporcionadas pelo ClassApp, houve aumento da participação das famílias, contribuindo para uma vivência mais próxima das atividades – medida estratégica para fidelizar alunos.

“A principal vantagem em utilizar o aplicativo é poder dar um melhor acompanhamento aos pais e alunos do seu processo de aprendizagem”, ressaltou.

Entenda a importância da participação dos pais na escola

 

Participação ativa

A escola de idiomas Cultura Inglesa, de Jundiaí (SP), encontrou no uso do ClassApp não apenas uma estratégia eficiente para ampliar a participação dos pais, mas também de mensurar o nível de satisfação deles com os serviços oferecidos pela instituição. Ao abrirem um canal para acompanhar de perto os anseios e as principais dúvidas dos pais, a escola conseguiu melhorar seu desempenho em pontos que eram importantes para eles.  

“O aplicativo nos permite direcionar atividades especiais para a família, já que o pai fica sabendo quais são as lições e pode contribuir com o homework. Ao compartilharmos as informações, permitimos que eles se envolvam muito mais e dêem mais retornos para a escola”, apontou a responsável pelo marketing da unidade, Bel Silva.

 

Tudo em um só local

Organizar o fluxo da comunicação, a partir da centralização em uma única ferramenta foi o que levou a Escola de Música também de Jundiaí a abolir de vez o uso de outros meios não oficiais, como o WhatsApp, por exemplo,  na comunicação diária com os alunos. Informações como a agenda de ensaios, registros das apresentações e recados gerais hoje são compartilhadas somente pelo ClassApp.

A principal vantagem é a centralização das informações em uma única ferramenta”, destacou a diretora pedagógica, Luciana Feres Nagumo.

 

Será que o WhatsApp é a saída para melhorar a comunicação da sua escola?

 

Outro ponto de destaque foi a abertura para que pais e professores dialogassem direto pelo aplicativo, o que ampliou a confiança no trabalho da instituição. “Algumas escolas tinham receio de abrir a comunicação direta entre pais e professores, mas a Escola de Música de Jundiaí vem mostrando que é possível conseguir bons resultados com essa interação. Inclusive, em termos de fidelização, pois sabemos que quanto mais próximas aos pais e alunos, maiores as chances deles manterem os filhos naquela escola”, ressaltou a coordenadora de sucesso do cliente na ClassApp, Carolina Ayvazian.

Além de instituições de ensino de música e de idiomas, o ClassApp também está presente em escolas de dança e de esportes de diferentes cidades do país.

Tem receio de abrir um canal de comunicação direto entre pais e professores? Veja mais vantagens desse relacionamento

Comentários