5 min de leitura

Em um mundo de transformações constantes e profundas, como será estudar, viver, morar, trabalhar e se relacionar em 2029? Movido por essas inquietações, o Escolas Exponenciais em parceria com a ClassApp, lançam o desafio estudantil “Criadores do Futuro”. Nele, alunos de ensino médio de escolas públicas e particulares de todo Brasil serão encorajados a pensarem o futuro da educação e das profissões como protagonistas dos seus próprios destinos. Lançado no dia 11 de abril, durante o evento ClassUP – Escolas Exponenciais -, o concurso abriu as inscrições no dia 7 de maio e tem a expectativa de envolver cerca de 10 mil alunos de todo país.

Colocando os jovens no centro das discussões acerca da pergunta “Qual o futuro das profissões e da escola?“, o Desafio estudantil propõe que os alunos discutam e se aprofundem no tema, a partir de mentorias com especialistas. Ao final, eles deverão materializar suas perspectivas sobre os temas propostos por meio da produção de um vídeo ou de uma música autoral.

A equipe vencedora será premiada com uma viagem ao Rio de Janeiro para curtir um dia no Rock in Rio 2019 e conhecer o Museu do Amanhã, com as despesas pagas para os jovens e um responsável por aluno. Já o professor mentor receberá um “gift card” no valor de 2 mil reais.

“Com o Desafio, escolas, famílias e demais instituições interessadas na formação das novas gerações poderão ter acesso à visão dos estudantes sobre sua própria educação e suas perspectivas profissionais e futuras. Conhecer o ponto de vista deles vai ajudar todos os interessados no seus processos de aprendizagem a conduzirem seus trabalhos de forma mais alinhada e eficiente”, diz Vahid Sherafat, criador do Desafio.

O que dizem os pensadores?

Para o lançamento do Desafio estudantil, o Escolas Exponenciais foi conversar com pensadores e influenciadores da educação na atualidade a respeito do tema central da disputa. Confira o que Edu Lyra, da ONG Gerando Falcões, Cristine Conforti, diretora da escola Avenues, Thamila Zaher, diretora do Grupo SEB, Gustavo Fuga, fundador da 4You2, Tânia Aguiar, diretora da FIAP School e Vahid Sherafat, CEO da ClassApp e do Escolas Exponenciais pensam sobre “Como será a educação nos próximos 10 anos?”

 

 

Por que participar?

As inscrições devem ser realizadas em duplas ou trios, com a obrigatoriedade de acompanhamento de um professor orientador. Elas poderão ser realizadas entre os dias 7 e 31 de maio, pelo site do desafio. Os alunos podem se inscrever de forma independente ou ter sua inscrição feita através da escola. Os benefícios para as instituições que inscreverem seus alunos envolvem destaque nas peças promocionais do desafio.

 

 

Seja o primeiro a saber de todas as novidades do desafio!

Basta colocar seu e-mail no formulário abaixo:

 

 

Além disso, o “Criadores do Futuro” pode ser um importante aliado das escolas na hora de desenvolver as competências exigidas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Das 10 competências básicas, o Desafio contempla 100%. Já quando se trata das exigências específicas para o Ensino Médio, 89% delas são trabalhadas no Desafio, que usa a Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP) como metodologia central.

 

Veja mais maneiras para desenvolver as competências exigidas pela BNCC

 

Mentorias

Para aquecer as discussões entre os alunos e professores orientadores, serão disponibilizados aos participantes mentorias online feitas por especialistas nos quatro principais temas que envolvem a discussão central do desafio.

A jornada de investigação dos alunos a respeito de como será a “Escola do Futuro” terá a mentoria de Gustavo Fuga, fundador e presidente da 4You2 Idiomas – inovadora rede de escolas de idiomas que atua com professores estrangeiros -, Economista pela FEA-USP e painelista internacional de empreendedorismo social, foi eleito um dos 30 under 30 pela International Literacy Foundation.

Já para discutir “Profissões do Futuro”, o mentor será Arthur Igreja. Cofundador do AAA e palestrante em mais de 120 eventos por ano como Rock in Rio Academy e TEDx Brasil, EUA, Europa e América do Sul.

O tema “Competências e Habilidades do Futuro” será orientado por Miguel Thompson, Diretor Executivo do Instituto Singularidades e autor de livros didáticos junto ao Conrado Schlochauer – fundador e membro da Teya – rede de iniciativas inovadoras em aprendizagem – e atual Ambassador do Chapter São Paulo da Singularity University.

Já para embasar as discussões sobre “O Poder das Artes e do Cinema” os alunos terão a orientação da cineasta inglesa May Taherzadeh, diretora do filme “Uma Escolha” (Mercy’s Blessing), curta-metragem de educação premiado em 12 festivais de cinema mundiais. O debate sobre “Produção e Composição Musical” será guiado pelo baterista Ricardo Di Roberto, o “Japinha” da banda CPM 22, e pelo guitarrista e produtor musical, Valter Gomes. O tema “As Transformações da Sociedade nos Próximos 10 Anos” terá mentoria de Vahid Sherafat, cofundador da ClassApp e Escolas Exponenciais e Marco Aurélio de Oliveira, historiador pela UNESP, cofundador da plataforma de ensino a distância Explica Mais e professor de história, filosofia e sociologia.

Informações complementares podem ser acessadas em: www.criadoresdofuturo.com ou pelo email desafio@criadoresdofuturo.com

 

Criadores do futuro: inscrições abertas

Comentários