tecnologia-na-educacao-infantil

Views: 372

Written by:

Tecnologia na educação infantil #CaseDeSucesso3 min de leitura

Uma comunicação direta, fácil, interativa, dinâmica e, principalmente, sem “ruídos”. Esse é um sonho compartilhado por escolas e famílias quando o assunto é comunicação escolar. Até pouco tempo, a alternativa que mais se aproximava desse ideal era a agenda de papel, que ia e voltava na mochila da criança. Mas sua função é limitada, morosa e, em grande parte, ineficaz nesse diálogo, dado às inúmeras variáveis as quais ela está sujeita: do aluno que esquece de levar, até o que, propositalmente, arranca páginas para não deixar as informações chegarem aos pais.

Cansada de lidar com as consequências dos ruídos na comunicação que afetavam a qualidade do relacionamento que mantinha com os pais, a Cirandarte, escola de educação infantil localizada em Guarulhos (SP), encontrou no uso do ClassApp uma forma de elucidar o problema.

“Nós trabalhamos com crianças pequenas, de quatro meses até cinco anos. Então, essa informação da rotina das crianças a gente considera essencial para as famílias. Quanto tempo dormiu, se trocou fralda, se usou o banheiro, se comeu ou não comeu”, conta Janaina Leal Pontes, coordenadora pedagógica do colégio. Por isso, não havia dúvidas de que a instituição precisava de um meio de comunicação eficiente que a ajudasse a informar os pais sobre o cotidiano escolar.

Na verdade, eles até já haviam adotado outro aplicativo antes de conhecer o ClassApp. Mas, segundo a coordenadora, a outra ferramenta não estava atendendo a contento essa necessidade crucial- pertinente à idade das crianças que atende -, de reportar detalhadamente a rotina de cada aluno, além de não permitir a interação com as famílias.

Assim, quando viu que no ClassApp poderia ter um relatório personalizável, além de poder falar com os pais de forma direta, fácil e prática, a escola não teve dúvidas e tratou logo de substituir o sistema antigo. “Como nós temos uma proposta pedagógica bem lúdica e bem dinâmica, as famílias tinham dificuldade de entender o que as crianças faziam durante o dia. Aquela história do ‘só brincou’? Com a função relatório, a gente consegue enviar imagens dessa brincadeira e fundamentar o quanto aquela brincadeira desenvolveu a criança”, relata.

 

Adeus pilha de agendas de papel

Antes de investir na comunicação digital, o cenário da vida analógica da escola era composto por uma pilha de agendas de papel em cada sala de aula para cada educadora preencher, uma a uma, com informações sobre como foi o dia da criança, fazendo “xizinho” e, vez ou outra, escrevendo um pequeno texto com observações.

“Com o aplicativo, a gente não tem mais aquela pilha de agendas na sala e algumas informações que são repetidas é possível já pré- selecionar e otimizar o tempo. Se todas as crianças da turma comeram, por exemplo, a gente seleciona o ‘ótimo’, a carinha feliz de que todo mundo se alimentou, e quais foram essas crianças. A gente ganha tempo nesta informação”, descreve.

Outra vantagem do Classapp na visão da educadora está no fato dos pais poderem receber imagens da rotina dos pequenos com a segurança e a privacidade que só uma rede de acesso restrito oferece. “Usando o aplicativo, as atividades e conquistas das crianças podem ser concretizadas por imagem, o que aproxima demais as famílias das nossas práticas pedagógicas. Estamos muito satisfeitas com o ClassApp”, avalia.

 

 

Sua escola também é um case de sucesso? Compartilhe conosco nos comentários!

Comentários