2 min de leitura

Com o objetivo de capacitar professores, coordenadores pedagógicos e diretores para que possam orientar os estudantes sobre o uso consciente, responsável e seguro da internet, a Fundação Telefônica Vivo e a área de Sustentabilidade da Vivo lançaram o curso Cidadania Digital: Educando para o Uso Consciente da Internet.

A formação gratuita está disponível na plataforma Escolas Conectadas, onde também é possível fazer a inscrição. O curso tem 48 horas de duração e as aulas têm início na próxima segunda-feira (11).

Educando para o uso consciente da internet

O curso tem como base a formação “Educando para boas escolhas on-line”, uma produção da SaferNet Brasil. A adaptação desenvolvida para o escopo do projeto Escolas Conectadas foi feita em parceria com a Unesco. Sendo assim, o conteúdo alinha diferentes áreas de conhecimento e diversas realidades vivenciadas no ambiente escolar para se aproximar dos públicos de interesse.

A formação aborda as diversas manifestações de cyberbullying, métodos de prevenção e denúncia de casos que chegam ao conhecimento dos educadores. A iniciativa tem a preocupação de trazer um novo olhar sobre a utilização das redes e oferecer múltiplas possibilidades de abordagens pedagógicas.

Cyberbullying: a violência virtual

A prática do bullying por meio das tecnologias digitais é tão comum quanto a prática presencial. Entretanto, o cyberbullying tende a ser ainda mais relevante que o bullying, pois se estende além dos ambientes públicos de convivência. Ou seja, a modalidade impede que a vítima possa fugir das ofensas e ameaças, ainda que se isole.

Geralmente, os agressores se sentem protegidos através de perfis falsos em redes sociais. Dentre as principais práticas de cyberbullying estão a divulgação de conteúdo íntimo, calúnias, difamações, injúrias e perseguições. Todas elas podem resultar, a médio prazo, em desordens psíquicas como depressão, síndrome do pânico e transtorno de ansiedade.

Comentários