Networking: entenda a importância para o gestor escolar
Inovação e Gestão

Networking: entenda a importância para o gestor escolar

6 min de leitura

Ter uma boa rede de contatos é muito importante para qualquer profissional – e não poderia ser diferente para quem trabalha com educação.

Networking é um termo em inglês (“net” significa rede e “working”, trabalhando) e que em português pode ser traduzido como rede de contatos ou rede de relacionamentos profissionais.

Fazer networking não é uma atividade pontual. É um exercício que deve ser contínuo, para cultivar contatos e para manter viva essa rede de pessoas que compartilham conhecimento, com o objetivo de crescimento mútuo. E aqui vai uma curiosidade muito bacana!

Quantas pessoas existem entre você e seu grande ídolo profissional?

Existe uma teoria que diz que, no mundo, são necessários “seis laços de amizade para que duas pessoas totalmente desconhecidas se conectem.” A Teoria dos Seis Graus de Separação foi desenvolvida em 1967, a partir de um experimento feito pelo psicólogo nova iorquino Stanley Milgram. Ele realizou sua experiência enviando cartas a desconhecidos, e descobriu que a distância média entre essas pessoas era próxima de seis graus. 

Com o advento da internet e das redes sociais, essa distância diminuiu ainda mais. Em 2016, o Facebook decidiu renovar o experimento de Milgram fazendo um teste com sua então base de 1,6 bilhão de membros inscritos. O estudo indicou que o grau de separação entre pessoas totalmente desconhecidas tinha reduzido para 3,57 graus. Isso quer dizer que entre você e seu ídolo profissional podem existir menos do que 4 pessoas!

Faça parte da maior comunidade de gestores escolares do Brasil!

Clique aqui e junte-se a mais de 650 gestores escolares

Mas como construir uma boa rede de contatos? 

Fizemos uma lista de algumas ações que podem ser úteis quando o assunto é networking:

  1. Ter um perfil no LinkedIn. A rede social foi criada especificamente para criar conexões profissionais. Lá, você pode se apresentar ao mercado, mostrando seu Curriculum Vitae (CV), suas habilidades (soft e hard), postar artigos interessantes que leu e gostaria de compartilhar, trocar ideias com colegas, ler o que outros profissionais estão publicando…
  2. Participar de eventos voltados ao mercado de educação. Essa é uma maneira muito eficiente de discutir assuntos relativos ao mundo da educação com as pessoas certas, criando oportunidades para compartilhar experiências e gerar novos aprendizados.
  3. Fazer cursos. Ter uma educação continuada é fundamental para quem quer se manter atualizado e com isso garantir seu espaço no competitivo mercado de trabalho. Pense que fazer cursos não é um gasto, mas, sim, um investimento para desenvolver habilidades novas fundamentais a um bom educador. Nesses cursos, surgem muitos aprendizados e oportunidades incríveis de networking.
  4. Frequentar congressos, feiras, eventos educacionais. Um bom exemplo é o Conecta Escolas Exponenciais de forma online e presencial.
  5. Usar outras redes sociais, mesmo que não profissionais, como o Instagram e o Facebook. Aqui vale ressaltar que é importante ter cuidado para não misturar de forma errada sua vida profissional e sua vida pessoal. Equilíbrio e bom senso sempre!
  6. Participar de comunidades online de gestores. Apesar de existirem tantas redes sociais, nada como ter um espaço focado em profissionais ligados ao mercado de educação, que muitas vezes se sentem sozinhos quando enfrentam os desafios do dia a dia na escola. Em um mundo com tanta informação e opções, um espaço específico pode facilitar muito a comunicação com pessoas que trabalham no seu ramo, otimizando incrivelmente seu tempo. Uma ótima oportunidade é o Associados Escolas Exponenciais, que promove rodadas de negócios com grandes nomes do mundo corporativo escolar, que trocam informações e, dessa forma, conseguem tomadas de decisões muito mais acertivas.

“Os eventos, enquanto presenciais, funcionavam como uma forma de conectar os gestores para que eles trocassem experiências de uma maneira natural. Aí veio o isolamento social, por causa da pandemia, e isso impactou diretamente nesse relacionamento. Através dos Associados EX conseguimos organizar esse networking de uma maneira estruturada e com uma certa regularidade, para que o diretor “saia da escola” apenas em um toque do celular. Com isso, ele consegue se manter conectado, antenado com as tendências do mercado. Conhecer a sua concorrência é um elemento essencial para o crescimento de qualquer empresa e não seria diferente com uma escola. A ideia do Associados EX é conseguir elevar o sarrafo da educação brasileira”, explica Gabriel Kineippe, desenvolvedor de parcerias institucionais do Escolas Exponenciais.

A importância do networking para uma gestão escolar inovadora

Empresas inovadoras cada vez mais fomentam uma cultura colaborativa e de forte uso de networking, defendendo que a solução de nossos problemas muitas vezes está na qualidade de nossas relações.

“Inovação possui correlação com fazer algo novo, melhorar algo que já é feito ou existe, alterar a forma de fazer, desde que isso gere sucesso e ganho de eficiência nos objetivos propostos. No mercado de educação privada, networking é fundamental para uma gestão inovadora. Muitas escolas não trocam boas práticas, seja de planejamento, seja de execução, mas isso precisa mudar,” diz Thiago Faria, fundador do Escola Cheia, empresa criada para ajudar escolar particulares a aumentarem seu número de matrículas.

Thiago também chama atenção para a importância de ter a mente bem aberta em sua rede de relacionamentos, lembrando que uma das tendências do mercado é que os gestores que cultivam diversidade em sua rede de relacionamentos têm mais sucesso ao realizar iniciativas inovadoras. Isso em relação a pessoas com diferentes formações e vivências e visões diferentes.

“Um gestor escolar não deveria desprezar os conhecimentos do passado, como se esses fossem ultrapassados; existem iniciativas que passam no teste do tempo. Mas também não devem desprezar o novo, a tecnologia, o inovador”, conclui Thiago, que tem mais de 15 anos dedicados a áreas de captação de alunos, vendas e pós-vendas do Grupo SEB, uma das mais sólidas instituições educacionais do Brasil.

Resumindo… 

  1. Conhecer profissionais da área de educação 
  2. Manter ativos antigos contatos
  3. Compartilhar informações sobre seu trabalho
  4. Trocar informações sobre o mercado e aprimorar conhecimentos
  5. Buscar soluções criativas para problemas comuns
  6. Conhecer outros pontos de vista e ter uma visão sistêmica
  7. Permanecer atualizado sobre o que há de mais novo no mercado
  8. Encontrar novas oportunidades de trabalho 
  9. Dar maior credibilidade às informações que circulam no segmento
  10.  Colaborar, trabalhar em conjunto, lembrando-se sempre de que quanto mais o indivíduo se desenvolve, maior o ganho coletivo. Lembre-se dos 3 Cs: cooperação, cocriação, colaboração.

 

É isso aí. Que tal então aproveitar o embalo para se tornar um associado EX e alavancar seu networking? Basta clicar no seguinte link para conhecer os planos e escolher qual o que melhor se adequa ao perfil de sua escola. 

Clique aqui e conheça os planos

Comentários
WordPress Theme built by Shufflehound. 2020. Escolas Exponenciais. Todos os direitos reservados.