7 min de leitura

Fim de ano, todo mundo pensando em férias, mas muitos profissionais já estão planejando a volta às aulas. Isso mesmo! Planejamento é fundamental para que as coisas dêem certo na gestão escolar, e é preciso pensar em tudo com antecedência.

Imagina como é importante projetar um primeiro dia de aula especial, para receber crianças e adolescentes que passaram dias incríveis de férias? Voltar pode ser difícil para muitos alunos, exatamente como muitos de nós temos dificuldades para voltar de uma viagem, retornar à academia…

O que não pode faltar para um primeiro dia de aula especial

Criamos este post para ajudar a organizar um dia especial na volta às aulas. E quem contribui com as dicas que vamos compartilhar foi a Fernanda Nyari, diretora da escola bilíngue paulista Kinder Kampus School, com 280 alunos entre 1 e 15 anos, divididas em duas unidades: uma voltada para Educação Infantil e outra para o Ensino Fundamental.

“O mais importante é o astral da equipe. Precisa ser extremamente positivo e focado no acolhimento. O maior objetivo é receber os alunos prestando atenção no emocional, na história de cada um, em como cada um chega, se relaciona, se sente, se coloca no grupo, se integra, se despede da família. Quanto mais feliz for esse primeiro dia, maior a mensagem de que o ano será um sucesso!”, conta Fernanda.

Confira também:

Como inserir os diferentes tipos de educação na sala de aula?

 

Dois anos atípicos

É muito importante ter em conta que os dois últimos anos foram totalmente atípicos. No início da pandemia, as aulas presenciais foram totalmente suspensas, resultando em uma mudança repentina para o ensino EAD. Depois, passamos por uma adaptação para o Ensino Híbrido, e também por aulas presenciais com novas regras de convívio social. Muitas mudanças e ansiedades marcaram 2020 e 2021.

2022 promete ser um ano mais tranquilo, apesar de novas cepas do vírus estarem surgindo e o temor de contaminação ainda existir. Afinal, a pandemia ainda está aí. Mas com grande parte da população brasileira vacinada, principalmente na região Sudeste, as aulas presenciais devem se manter durante o ano letivo, resultando em uma nova mudança para a comunidade escolar. Por essas e outras, mais do que nunca, a recepção no primeiro dia de volta às aulas é muito importante para tranquilizar (e encantar) alunos e pais.

5 dicas para o primeiro dia de aula 

  1. Professores, coordenadores e gestores precisam estar muito bem alinhados com o cronograma de 2022 e ter bem mapeado como estão os alunos academicamente e psicologicamente, ainda mais em tempos de pandemia.
  2. Pensar em uma recepção calorosa é fundamental. Quem não gosta de ser bem recebido ao chegar à casa de um amigo, a um restaurante, ou em uma loja? É muito importante preparar uma boa acolhida na escola, com gestores, diretores, e funcionários preparados para dar as boas vindas aos alunos de um jeito bem acolhedor, desde a entrada da escola até a sala de aula. Uma dica legal que a Fernanda Nyari deu é ter um mascote na entrada, como o KINKAM, da Kinder Kampus School, um robô feito de sucata e materiais reciclados. Outra boa ideia é ter pessoas indicando o caminho, mostrando possíveis mudanças para tornar o ambiente o mais seguro possível.
  3. Os responsáveis pelos alunos também podem estar inseguros nesse momento. Dê atenção a eles, mostrando o que há de novo, tirando dúvidas, explicando bem o plano pedagógico para 2022. “Para receber os pais, costumamos agendar uma reunião inicial, na qual alinhamos expectativas, explicamos como será o semestre, apresentamos a equipe, acolhemos novas famílias, pontuamos regras importantes da escola…”, explica Fernanda.
  4. É sempre interessante que os professores criem dinâmicas especiais para o primeiro dia de aula, de forma a criar um vínculo mais forte com a sua turma. Valorizando a importância da escuta, é bem legal estimular o compartilhamento de experiências vividas durante as férias, e também falar sobre as expectativas para o ano escolar de forma gostosa e descontraída.
  5. Atenção especial com os novos alunos. Não é nada fácil mudar de escola. Mostre o ambiente escolar como você faria com um hóspede na sua casa, para que ele se sinta familiarizado com o ambiente, e dessa forma se sinta mais seguro. Uma boa dica é criar grupos de apoio, para ajudar aqueles alunos que são mais tímidos na hora de falar com o professor, ou com outro aluno. Os alunos mais antigos do Fundamental muitas vezes são essenciais para acolher os novos estudantes.

“Na Educação Infantil fazemos um processo de adaptação escalonado, no qual os alunos vão à escola por pouco tempo e com poucos alunos. Tanto o tempo quanto o grupo aumentam ao longo da semana, para que todos sejam acolhidos da melhor maneira. Um adulto de referência do aluno acompanha o processo de adaptação, até que os professores vão orientando para que esse adulto possa sair da escola”, completa a diretora do Kinder School.

 

E, por fim, uma dica importante para os pais: “O segredo de um bom início de ano é a segurança que os adultos transmitem às crianças. Não adianta ficar pedindo mil beijos, dizendo que ama, tirando fotos… precisa transmitir segurança de que esse é o lugar que os pais escolheram e confiam, sabem que a criança ficará bem e que voltarão para buscar!”, afirma Fernanda Nyari.

Listamos aqui algumas atividades -dicas bem práticas – que podem ser interessantes para o primeiro dia de volta às aulas:

3 atividades para o primeiro dia de aulas

  1. Antes de pedir que os novos alunos se apresentem diante da turma, que tal entrevistar o professor de um jeito bem lúdico? Uma dinâmica interessante é que o professor escreva na lousa (ou em papéis) várias características sobre uma pessoa. E fazer com que os alunos descubram quais são as verdadeiras e as falsas em relação a ele. Traçar o perfil do professor dessa maneira vai criar um clima descontraído e de muita interatividade entre os alunos. Algumas ideias de frases? “Tenho um cachorro enorme em casa” // “meu gato vive se escondendo dentro do armário” // “adoro macarrão” // “faço ginástica todos os dias” // “tenho 3 filhos” …
  2. Outra atividade divertida para estimular que as crianças se conheçam é a brincadeira do “Encontre alguém que …”. Cada um escreve em um papel uma característica bem marcante de sua vida. Depois os papéis são misturados e cada um pega um. A missão é descobrir quem escreveu cada papel. Algumas ideias? Encontre alguém que … saiba andar muito bem de skate, que fala mais de dois idiomas, que não gosta de redes sociais, que acabou de se mudar de cidade …
  3. Fernanda Nyari nos contou que costuma montar murais com fotos dos alunos com suas famílias, para criar um clima ainda de acolhimento em sala de aula. Que tal pedir para que cada aluno leve uma foto de quando era bem menor, fazer um mural e desafiar a turma a descobrir quem é quem? Imagina as risadas que vão surgir?

E, se no meio disso tudo aparecerem alguns choros, isso é normal! Afinal é apenas o primeiro dia de um ano letivo de muitos sorrisos!

“Costumo dizer que esse início das aulas é um período mágico, no qual sempre alguém chora… As crianças podem chorar para se despedir. Os pais podem chorar porque os filhos estão chorando ou porque nem olharam para trás e ficaram tão bem que os pais sentem o ninho vazio… Ou nós choramos de felicidade em ver que tudo está caminhando bem e todos estão adaptados e felizes”, finaliza Fernanda Nyari.

Mais dicas!

Veja alguns vídeos (que viralizaram!) de professores recebendo seus alunos em escolas em diversas partes do mundo (atenção que alguns podem não estar de acordo com as regras de distanciamento social por causa da pandemia, mas sempre servem de inspiração para o início das aulas).

  1. Professor personaliza saudação com os alunos 
  2. Professora recebe os alunos de maneira especial
  3. Professora recebe cada aluno da maneira que eles desejam ser recebidos no Tiktok
Comentários