Como a tecnologia pode ajudar a sua escola a mostrar os resultados para as famílias?
Tendências e Métricas

Como a tecnologia pode ajudar a sua escola a mostrar os resultados para as famílias?

9 min de leitura

Para pais ou responsáveis, existe uma constante preocupação e um interesse inabalável sobre o desenvolvimento de suas crianças no ambiente escolar – afinal, é por isso que pesquisam, visitam e consideram várias instituições antes de tomar uma decisão, escolhendo então o lugar que consideram mais apropriado para cuidar de um dos bens mais preciosos de seus filhos: a educação. 

É natural que, ao deixarem as crianças na escola – sem acompanhar presencialmente seus dias nela, entregando algo tão importante nas mãos de educadores – as famílias se interessem e até se preocupem; será que as expectativas educativas e socioemocionais de seus filhos estão sendo atingidas? Será que seu desenvolvimento está em dia, ou há motivos para se preocupar?

A escola, por sua vez, deve manter contato com os responsáveis para tirar essas e outras dúvidas – garantir um crescimento saudável para a criança é um trabalho duro mas essencial, e por isso mesmo deve ser uma tarefa conjunta: família e escola com um objetivo em comum, cada uma com seus papéis, se comunicando e acompanhando o crescimento de um ser humano. Felizmente, esse é um dos inúmeros desafios para os quais a tecnologia pode se mostrar uma grande aliada. 

Apesar de começarmos, depois de um longo período de pandemia, a voltar às aulas presenciais, a tecnologia não perde seu lugar: pelo contrário, esses recursos se mostram cada vez mais integrados não apenas com o ensino, mas a cultura escolar como um todo. Assim, deve favorecer não apenas professores e alunos mas também pais e responsáveis – ou seja, todos interessados no processo educacional. “A ideia é que tenhamos famílias parceiras, engajadas no processo de compreensão, como a escola está ensinando, como seus filhos e filhas estão aprendendo, mas também como tem sido o processo de avaliação”, explica Letícia Reina, Gestora Educacional na Árvore. A Árvore é uma plataforma completa de leitura digital, presente em escolas públicas e privadas, que atende desde a educação infantil até o ensino médio com conteúdos aliados à BNCC.

Confira também:

Tecnologia como aliada no dia a dia das instituições de ensino

Segundo Letícia, apesar do distanciamento social durante a pandemia houve um processo de aproximação entre escola e família devido ao estado emergencial que se estabeleceu; “Sabemos, então, pais, mães, avós, os responsáveis puderam compreender mais de perto como é esse processo, a entrega desses conteúdos, como os seus filhos e filhas estavam aprendendo, de que maneira essa avaliação estava acontecendo”, diz. Com a sala de aula e as casas dos alunos se fundindo, acompanhar atividades e avaliações realizadas virtualmente, por exemplo, ficou mais acessível. Mas como perceber e demonstrar resultados de uma maneira efetiva? 

Uma das maiores mudanças foi a abolição ou diminuição do material impresso, como provas de papel ou fichas de livros físicos. Hoje, optamos por realizar o aprendizado e apresentar seus resultados de modos mais práticos. Letícia conta que várias inovações vieram dessa necessidade; entre elas está o projeto “Um livro em um minuto”, onde os alunos apresentam – em diversas linguagens, incluindo vídeos, por exemplo – resenhas de livros que leram e estudaram. “Então, hoje são outras maneiras de avaliarmos e tornar visível não só para as famílias, mas também para os próprios alunos e educadores”, diz a gestora.

É claro que, junto aos benefícios, a tecnologia também traz alguns desafios que precisam ser mitigados: Letícia menciona, por exemplo, a questão do “cansaço das telas”. Para ela, é preciso atingir um equilíbrio para o uso produtivo das telas, e isso envolve somar as possibilidades da inovação tecnológica com os elementos positivos do presencial: “potencializar aquilo que só acontece no presencial e potencializar aquilo que a tecnologia digital pode oferecer dentro de um processo muito equilibrado, às vezes dentro da própria sala de aula, aquilo que a tela pode me trazer de acervo de leitura, reportagens, entrevistas, atividades gamificadas”. 

Os benefícios da tecnologia para a educação são muito bem registrados; Letícia conta que, de acordo com algumas pesquisas, “os livros digitais, as plataformas digitais e as tecnologias digitais podem promover interação e desenvolvimento dessas habilidades leitoras, trazendo um feedback imediato e responsividade imediata para esses alunos, educadores e famílias”. A qualidade nítida e acessível dos resultados engaja a família e encoraja os alunos, colaborando para um ambiente de ensino mais saudável e efetivo.

Uma pesquisa de um relatório do Itaú Social e do Laboratório de Educação mostra a capacidade de livros digitais de promover desenvolvimento emocional – isso devido à imersão dentro da história, das suas emoções, dentro de uma conexão das leituras compartilhadas. Além disso, as plataformas de leitura oferecem a  possibilidade de transformar a leitura em uma atividade compartilhada, o que também enriquece o desenvolvimento social. “A leitura não precisa ser algo solitário”, afirma Letícia. “Muitas plataformas digitais promovem e incentivam o compartilhamento desses conteúdos, o desenvolvimento cognitivo, a própria compreensão da história, uma posição de participação nessa história, criando hipóteses, conectando com experiências”.

Uma dessas ferramentas é a Árvore Atualidades: encorajando a leitura participativa, trabalha com gamificação, e apresenta atividades pré e pós leitura. Além disso, Letícia conta que a plataforma também trabalha com manipulação e ativação de recursos e estabelecimento de conexões motoras, ajudando no processo da alfabetização digital já que “toda parte motora também está envolvida com a manipulação desses diversos recursos digitais que os livros digitais e as plataformas promovem”. 

A autonomia oferecida ao aluno abre novas portas em sua jornada educativa: de acordo com o conhecimento de quais temas o aluno busca, o professor pode, por meio da própria plataforma, sugerir e indicar novos textos. A leitura e a educação têm o potencial de se tornarem mais do que obrigações, criando ávidos leitores desde cedo. 

Letícia explica que a plataforma Árvore trabalha com duas soluções de leitura: Árvore Livros e Árvores Atualidades (além do acervo em inglês). Contando com quase 32 mil títulos à disposição de alunos e professores, a Árvore Livros consegue, além de contribuir para o ensino em si, revelar os resultados desse processo ao fornecer feedback imediato para alunos, professores e famílias. Dados de avaliações ficam disponíveis de acordo com cada aluno – é possível, então, realizar tanto uma análise qualitativa quanto quantitativa do hábito de leitura de cada estudante. “Todos esses relatórios e dados me possibilitam uma visibilidade dessas competências leitoras e engajamento leitor”, reflete Letícia. “É muito interessante perceber como, por meio da própria plataforma, eu consigo também fazer mediação e indicação de leitura de acordo com os resultados obtidos”.

Esse tipo de benefício também está presente na Árvore Atualidades, que foca na leitura de textos da esfera jornalística. “Publicamos semanalmente reportagens, notícias, crônicas, tirinhas, com atividades de pré e pós leitura, todas gamificadas e todas as atividades desenvolvem habilidades relacionadas a área de linguagem”, comenta Letícia. Assim como no caso da Árvore Livros, as preciosas informações que podem ser adquiridas partindo da análise  das leituras realizadas na Árvore Atualidades podem ajudar educadores e responsáveis a detectar quais são os pontos fortes e fracos dos alunos em sua jornada de aprendizado. Ao perceber quais áreas vão bem e quais precisam de mais atenção, é possível tomar as medidas necessárias para melhorar a performance do aluno. 

Com a ajuda da plataforma para mapear disciplinas que parecem precisar de mais atenção, professores recebem indicações de textos e atividades que trabalham esses assuntos e que podem ajudar na progressão de uma habilidade específica. Essa capacidade de captar e cuidar de necessidades particulares de forma inteligente e efetiva, segundo Letícia, é “a tecnologia digital tornando visível de uma maneira imediata”, que permite maior engajamento tanto para alunos quanto para professores e famílias.

Um exemplo de  gamificação, elemento importante para o funcionamento das tecnologias educativas, se mostra na Árvore Livros com a ilustração de uma “floresta” digital que pode ser cuidada pelo aluno. “Essa floresta da Árvore Livros vai sendo construída, plantada, reflorestada de acordo com a leitura que o aluno faz”, esclarece Letícia. “Então, quanto mais o aluno lê, mais moedinhas ele ganha e consegue comprar sementes para plantar na Árvore”. Esse mecanismo, além de ser uma ferramenta importante para conquistar o interesse e atenção das crianças, é uma forma de tornar visível a amplitude de modos de aprendizado para que pais e responsáveis compreendam a proposta da escola.

Foi com essa demonstração que a professora Salomé, do colégio Motiva da Paraíba, apresentou a criatividade do ensino de sua escola em uma reunião de pais. “A Salomé fez uma relação entre gamificação, entregue por um processo digital e o desenvolvimento leitor da turma do sexto ano dela”, diz Letícia. Além disso, ao mostrar o exemplo da floresta completa de Gabriel – aluno engajado que conseguiu completar sua “plantação” virtual – ela permitiu que os pais tivessem um olhar nas possibilidades que esse método pode proporcionar. Como técnica de comunicação, esse tipo de demonstração é importante para tornar sólidos os resultados da escola e dos alunos. “Quanto mais conseguimos tornar visíveis esses resultados e discutir sobre eles, mais mediações significativas fazemos no processo de ensino e aprendizagem dos nossos alunos”, diz Letícia.

Mais de 1,8 milhões de alunos hoje são encorajados a ler e a desenvolver autonomia em sua educação por meio da plataforma Árvore, que é utilizada por mais de 6700 escolas – ao mesmo tempo, suas famílias têm a oportunidade, graças à essa tecnologia, de se manter engajada e à par de um dos aspectos mais importantes não só da educação, mas do desenvolvimento em geral de suas crianças. Com mais um exemplo do imenso potencial da tecnologia – desde que utilizada corretamente – é animador pensar até onde a nova educação pode nos levar e no que as novas gerações podem construir com seus recursos.

Assista a palestra completa:

Como a tecnologia pode ajudar a sua escola a mostrar os resultados para as famílias?

Comentários
WordPress Theme built by Shufflehound. 2020. Escolas Exponenciais. Todos os direitos reservados.