6 min de leitura

Os primeiros dias de aula têm uma importância significativa para educadores, pais e alunos, afinal, marca o início de uma jornada que ao longo de um ano vai envolver a aquisição de aprendizados, a formação ou o fortalecimento de amizades, o compartilhamento de experiências e o desenvolvimento de valores. Por isso, receber bem os alunos, tanto os novatos como os veteranos, é essencial para conquistar a confiança e reforçar os vínculos afetivos da escola com os estudantes e as famílias.

“Os alunos chegam para o primeiro dia de aula cheios de perguntas, expectativas e com certa dose de medo. Assim, é fundamental recebe-los com carinho e atenção para que eles se sintam confortáveis e integrados desde o princípio”, indica a professora Juliana Pinheiro Cruz, que leciona há 12 anos em um Colégio em Marília (SP).

Uma recepção bem planejada, com atividades interativas que incluem professores, pais e funcionários, pode representar o pontapé inicial para um ano letivo produtivo. Mas como isso deve ser feito? Como conseguir receber os alunos novos e cuidar para que essa recepção seja saudável e traga benefícios ao longo do ano?

 

Recepcione calorosamente

Se a primeira impressão é a que fica, é bom se esforçar para que ela seja boa, não é? A sugestão para o primeiro dia é que a equipe gestora fique no portão para cumprimentar não somente os estudantes, mas também os pais e demais membros da família que costumam acompanhar os filhos à escola.

“Receba os alunos calorosamente, de preferência fora da sala de aula, no portão de entrada, no pátio ou em alguma área livre. Converse um pouco com cada um e convide os pais para conhecer a sala de aula”, sugere Débora Cristina Pinheiro da Silva, coordenadora pedagógica do Colégio Escrevivendo, de São Paulo (SP).

 

Os alunos do maternal

Segundo a consultora em Gestão Educacional, Thereza Bordoni, os alunos do maternal precisam de uma atenção diferenciada, pois levam cerca de 15 dias para criar vínculos com o professor e a escola. Portanto, ela sugere que o colégio prepare um cronograma especial, com horário reduzido nos primeiros dias de aula, para facilitar a adaptação nessa faixa etária.

“Os alunos mais novinhos são mais ligados aos pais e podem ter dificuldades de se adaptar à realidade escolar. Assim, essa transição exige grande paciência e cuidado, além de práticas mais lúdicas e motivadoras no ambiente escolar”, observa. É importante ter em mente que bons resultados nesse processo inicial podem garantir um melhor desempenho da criança na escola até o final do ano.

 

Os novatos e os alunos transferidos

Esses estudantes também exigem um maior grau de acolhimento e recepção calorosa e cuidadosa. A dica da gestora Thereza Bordoni é organizar uma equipe para recepcioná-los, que fique responsável por mostrar as dependências da instituição e apresentar os funcionários.

“Minha sugestão é adotar um sistema de tutoria, ou seja, propor que os estudantes mais antigos fiquem responsáveis por essa visita guiada. Assim, os novatos já começam a conhecer e se integrar com a turma”, sugere.

Outra dica para apresentar os novos alunos aos veteranos é organizar dinâmicas que estimulem a criança a falar um pouco sobre ela mesma, sobre sua família, seu histórico, sua relação com os estudos e seus hobbies.

Para a educadora Juliana Pinheiro Cruz, os cuidados com os novatos devem se estender, inclusive, para os momentos de intervalo e recreio. “Quando ainda não conhecem os colegas, crianças e jovens que acabaram de chegar tendem a ficar mais retraídos. Para evitar esse isolamento, é importante que a escola planeje atividades para momentos como o intervalo, prestando atenção extra nos novatos para que não fiquem sozinhos e se sintam isolados e desmotivados”, indica.

 

como-receber-os-alunos-no-primeiro-dia-de-aula

Dinâmicas de apresentação e outros eventos

Tanto para os novos quanto para os veteranos, durante as primeiras semanas de aula, a escola pode promover, por exemplo, palestras ou aulas inaugurais diferenciadas que representem, ao mesmo tempo, atividades motivadoras, integrativas e educativas. O conteúdo deve incluir mensagens de boas-vindas, com informações sobre as expectativas, as práticas cotidianas, planos para o período letivo ou apresentações com a presença de alunos veteranos.

“Combine com os professores uma aula diferente, estimulante e prazerosa, com gosto de quero mais. Dispor as carteiras em círculo, por exemplo, é uma ação simples, mas que pode ter um efeito interessante para facilitar na integração. Para quebrar o gelo, peça, por exemplo, para que eles contem sobre algo que aprenderam nas férias, um lugar que visitaram, uma história que leram ou assistiram”, sugere.

Já para os alunos mais velhos, a dica da educadora é promover uma discussão sobre os planos e expectativas que os jovens têm para o ano, o que pode incluir um curso, uma atividade extra ou um foco maior para o vestibular. Além das atividades em grupo, feiras, exposições, apresentações artísticas e jogos estudantis também podem ser oferecidas pela instituição como opções para recepcionar os alunos.

 

Ambientação com a família

Muitas vezes os pais podem ficar ainda mais ansiosos do que seus filhos, principalmente se o aluno é novato ou proveniente de uma outra escola. Por isso, o acolhimento às famílias também deve receber atenção especial.

“Uma boa opção é fazer uma palestra sobre a importância da participação das famílias na educação dos filhos e nas atividades da escola junto à comunidade. As mães de ’primeira viagem’ devem ter cuidados extras. Programe uma palestra sobre adaptação só para este grupo”, indica Thereza.

Ao longo do ano, a escola deve cuidar para que toda a equipe pedagógica trabalhe em parceria com os pais, mantendo uma comunicação direta e constante, de forma a atender às dúvidas e dialogar sobre as propostas pedagógicas, bem como compreender os receios e expectativas que eles têm para com a escola, fornecendo e recebendo feedbacks contínuos. Desta forma, alunos e pais conseguirão perceber que a instituição escolhida possui uma gestão comprometida, preocupada e consciente.

 

Conforto e bem-estar no ambiente escolar

E não se esqueça de receber os alunos em um ambiente limpo e confortável, tendo em vista que é na escola que os estudantes passarão boa parte dos seus dias, ao longo do ano. Cuide, portanto, para que os materiais e os espaços dentro do colégio estejam bem conservados e bem cuidados, garantindo, assim, uma recepção ainda mais triunfante.

Gostou das dicas? Não se esqueça de que elas podem ser um grande diferencial para atingir os demais objetivos da escola durante o ano e melhorar ainda mais o ambiente escolar. Participe deixando seu comentário, suas impressões e dicas de como tornar o início do ano letivo um momento especial!

 

Veja qual a influência da infraestrutura escolar no aprendizado

Comentários