2 min de leitura

O Ranking Escolas Exponenciais anunciou nesta quinta-feira (7) o Selo de Qualidade para 100 escolas particulares de ensino básico do Brasil. Participaram do estudo mais de 500 instituições, localizadas em 26 estados brasileiros, que envolveu mais de 170 mil famílias. O objetivo do levantamento é destacar as escolas a partir da satisfação dos pais com as instituições. Os dados coletados foram separados por região e estão disponíveis neste link.

O ranking foi construído a partir da avaliação do grau de fidelização e satisfação das famílias dos estudantes matriculados nos respectivos colégios. Por meio de formulários anônimos enviados pelas escolas, as famílias apontaram seu grau de satisfação por meio do NPS (Net Promoter Score), indicador utilizado para medir o relacionamento entre empresas e consumidores.

As 100 instituições que conquistaram o Selo de Qualidade Escolas Exponenciais alcançaram um NPS acima de 50 pontos e, ainda, obtiveram um alto grau de engajamento das famílias na pesquisa de satisfação. Algumas escolas também conseguiram destaques especiais devido ao resultado expressivo obtido em determinados segmentos que atuam, ficando acima da média.

A lista das escolas certificadas está em ordem decrescente, ou seja, ficando na primeira posição o estado com maior número de instituições que conquistaram o selo, até chegar na região com o menor número de certificação. Ocupam as três primeiras posições: São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, respectivamente.

No estado de São Paulo, foram 64 escolas certificadas, sendo 28 situadas na capital paulista. Minas Gerais e Rio de Janeiro tiveram dez instituições de ensino em cada estado com selo de qualidade. Os municípios, por sua vez, também seguiram o mesmo critério dentro da listagem, sendo citados de acordo com a quantidade de escolas certificadas.

Os colégios também foram categorizados devido à quantidade de alunos matriculados e receberam as nomenclaturas P (escolas de até 200 alunos), M (escolas de 201 até 500 alunos) e G (escolas 501 alunos ou mais). 

Comentários