1 min de leitura

A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados aprovou projeto que institui a Política Nacional de Estímulo ao Uso de Jogos Eletrônicos na Educação Básica (PNJE), que tem o objetivo de aprimorar a aprendizagem por meio do uso de jogos eletrônicos. A prática pedagógica poderá ser analógica ou digital, remota ou local, conectada ou não à internet.

O texto aprovado é o substitutivo ao Projeto de Lei 1324/21. Entre as mudanças, estão a troca da expressão original da proposta, cuja nomenclatura era “gamificação da educação”. A expectativa é que a proposta contribua, inclusive, no combate à evasão escolar. 

Objetivos
Entre os objetivos da política de estímulo ao uso de jogos eletrônicos estão:
– constante capacitação e conscientização de alunos e professores para as transformações da sociedade digital;
– o uso de técnicas motivadoras no aprendizado;
– maior unificação do aprendizado e redução das desigualdades educacionais
dos estudantes;
– o acesso à inovação e à integração digital em escolas situadas em regiões de maior vulnerabilidade socioeconômica e baixo desempenho em indicadores educacionais;
– desenvolver estratégias de monitoramento, remoto e local, acompanhamento e avaliação do uso de jogos eletrônicos na educação;
– combater a evasão escolar, incorporando do uso de tecnologias que fazem parte do dia a dia e do interesse dos alunos.

Tramitação
A proposta, que tramita em caráter conclusivo, ainda será analisada pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Comentários