3 min de leitura

Com a temática “Cocriando a Educação do Futuro”, a Bett Brasil 2022 será realizada nesta semana, de 10 a 13 de maio, no Transamerica Expo Center, em São Paulo. De acordo com Adriana Martinelli, diretora de conteúdo da Bett Brasil, o maior encontro de educação, tecnologia e inovação da América Latina, tem o intuito de ampliar o debate sobre o ensino brasileiro.

“A ideia é que a todo momento a gente entre no clima de que estamos todos aqui para cocriar o futuro da educação”, ressalta Adriana.

Mais de 280 marcas expositoras estão confirmadas na feira de negócios e mais de 260 palestrantes que são referências do setor educacional participam do congresso, que dessa vez ocorrerá, de maneira inédita, também terá uma programação híbrida.

Confira na íntegra a entrevista exclusiva que o Escolas Exponenciais fez com a diretora de conteúdo da Bett Brasil.

Escolas Exponenciais: Como está a expectativa para o evento?
Adriana:
A expectativa está mais alta do que se fosse qualquer ano normal que não tive acontecido a pandemia. Estamos há dois anos em realização do evento, é como se fosse o primeiro. Todos estão bastante ansiosos, a procura está grande, as pessoas estão com essa expectativa: do reencontro presencial.

EX: Qual a expectativa de público do evento?
Adriana: No histórico da Bett, temos cerca de 4 mil pessoas circulando por dia. Não sabemos se ficará nessa média, justamente por conta dos dois anos de pandemia. Mas estamos com bastante inscrição, tanto para a feira quanto para o congresso. Estamos esperando de 3 a 4 mil pessoas por dia na Bett Brasil 2022.

EX: Como funcionará a programação híbrida?
Adriana: A ideia é inédita. A Bett nunca teve uma proposta on-line, sempre foi um evento 100% presencial. Mas em função do aprendizado da pandemia, abrimos uma agenda on-line, que não vai transmitir o que está acontecendo no presencial, mas é uma agenda que tem palestras com as mesmas temáticas, com outros palestrantes. Serão totalmente gratuitas.

No intervalo dessas palestras a gente tem entradas ao vivo. Temos um estúdio montado na Bett Brasil 2022 presencial, onde vamos produzir conteúdo para ser transmitido on-line. Isso nos quatro dias, são praticamente dois eventos em um só.

EX: Na sua opinião, como a Bett Brasil colabora para impulsionar a educação?
Adriana: Este ano o tema é “Cocriando a Educação do Futuro”, que é como se fosse o mantra de quem vai à Bett. A ideia é que o evento seja, este ano, um espaço para que a gente possa fazer o diálogo da cocriação da educação do futuro em todos os seus espaços, seja nos auditórios com as palestras, debatendo os temas, seja nas oficinas, que terão dinâmicas práticas e imersivas, seja nos pavilhões onde vão acontecer várias conversas dos expositores com os visitantes. A ideia é que a todo momento a gente entre no clima de que estamos todos aqui para cocriar o futuro da educação.

Com reflexo do que a pandemia causou na educação, precisamos entrar em um processo de debates, reflexões e conversas para descobrir as lições vividas nesse período e o que a gente pode encaminhar em termos de inovações e soluções.

Nada melhor do que estarmos todos os agentes da educação, em um mesmo lugar, e  uma intenção de aprendizagens. Vejo um impacto neste aspecto. Temos garantida a presença do setor corporativo que fornece produtos e serviços para a educação, de educadores, gestores e professores da educação básica e do ensino superior, tanto privada quanto pública, e teremos a presença de uma delegação do MEC (Ministério da Educação). Todos estarão reunidos na Bett Brasil 2022 justamente com a mesma proposta: conseguir promover um debate para o futuro da educação.

Comentários