2 min de leitura

O Governo Federal está realizando a primeira Pesquisa de Avaliação e Monitoramento da Implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). A ação é desenvolvida pela Secretaria de Educação Básica (SEB) e do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (CAEd) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

Por meio de um Termo de Execução Descentralizada (TED) com a universidade, a secretaria de educação tem viabilizado a construção colaborativa do diagnóstico, com a aplicação de questionários e entrevistas a dirigentes, gestores, coordenadores pedagógicos, professores, estudantes e técnicos das redes de educação de todo o país. A primeira etapa contou com a participação de mais de 24 mil entrevistados, que estão distribuídos entre 2 mil escolas de 250 cidades do Brasil.

O coordenador da pesquisa do CAEd, Marcelo Baumann, afirma que o principal objetivo é avaliar a intensidade e o alcance do processo de mobilização em torno da implementação da BNCC na educação infantil e no ensino fundamental.

“As informações levantadas a partir de entrevistas com dirigentes estaduais e municipais de educação, e as medidas produzidas a partir de questionários aplicados junto aos profissionais das redes e das escolas estaduais e municipais, convergem no sentido de indicar que a BNCC já é uma realidade no país, incidindo diretamente na forma pela qual os profissionais das redes públicas de educação infantil e do ensino fundamental organizam e pensam sua atividade”, afirma Baumann.

Já o presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Luiz Miguel Garcia, ressaltou que o material evidenciou que os educadores reconhecem a BNCC como instrumento para a organização da prática docente e para a garantia dos direitos de aprendizagem dos estudantes. “Isso garante a identidade e a liberdade do estudante brasileiro em todo o território nacional e permite o replanejamento de forma a minimizar e, em médio prazo, sanar as perdas decorrentes deste pedido de pandemia”, aponta Garcia Luiz Miguel.

A pesquisa será disponibilizada na plataforma on-line de Monitoramento da BNCC. Além da pesquisa, a plataforma é uma importante ferramenta de transparência para toda a sociedade e, de acordo com o MEC (Ministério da Educação), em breve contará com outros documentos e informações sobre o monitoramento da BNCC.

Comentários