2 min de leitura

Nesta quinta-feira (14), às 19 horas, um minicurso gratuito da Cátedra Alfredo Bosi de Educação Básica da USP vai tratar da pesquisa científica e tecnológica nas escolas. A partir de suas experiências e atuações na Febrace (Feira Brasileira de Ciências e Engenharia), as professoras Roseli de Deus Lopes e Irene Ficheman vão abordar as principais questões relacionadas a estratégias de sensibilização, indução e formação de professores para a adoção de práticas que ajudem a desenvolver projetos investigativos em ciências e engenharia nas escolas.

Integrante do Ciclo de Minicursos Educação Básica: Práticas e Didáticas – promovido pela cátedra -, a atividade incluirá depoimentos de professores e alunos para ilustrar a importância dessas práticas e os principais desafios e oportunidades.

Professora da Escola Politécnica da USP, vice-diretora do Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP e coordenadora geral da Cátedra Alfredo Bosi de Educação Básica, Roseli de Deus Lopes é coordenadora da Febrace, projeto que ajudou a conceber e viabilizar em 2003. Também professora da Escola Politécnica da USP, Irene Ficheman participa da organização da feira desde a primeira edição e é responsável pelo Comitê de Revisão Científica e pelo Comitê de Seleção e Avaliação. Em 2022, a Febrace realizará a sua 20ª edição.

O minicurso Pesquisa Científica e Tecnológica na Escola, promovido pela Cátedra Alfredo Bosi de Educação Básica, será realizado nesta quinta-feira, dia 14, às 19 horas, no canal da Cátedra Alfredo Bosi de Educação Básica no Youtube. Não é necessário fazer inscrição. Mais informações sobre o Ciclo de Minicursos Educação Básica: Práticas e Didáticas estão disponíveis no site da cátedra.

Comentários