1 min de leitura

A Abepar (Associação Brasileira de Escolas Particulares) divulgou uma nota posicionando-se a favor da retomada das aulas presenciais, mesmo com o avanço da variante Ômicron, que tem elevado a taxa de transmissão pelo país.

“Nós, educadores, temos o dever indeclinável de retomar plenamente as atividades letivas presenciais em 2022. Muito já se perdeu com o afastamento dos alunos de suas escolas. As marcas estão por toda parte, muitas delas, especialmente as emocionais, de difícil superação”, traz a publicação.

De acordo com a associação, é preciso que toda a comunidade escolar esteja unida nesse momento de retomada das atividades escolares. “É nossa responsabilidade neste momento reunir toda a comunidade educativa, convocar estudantes, professores, colaboradores, mães, pais e responsáveis para que possamos, juntos, vencer esta etapa e seguir adiante com o processo educativo, dando novo ânimo e esperança aos alunos, reabrindo para eles o futuro”, afirma.

O comunicado ainda citou a importância da vacinação contra o coronavírus, sendo que os profissionais da educação já contam com a imunização e, agora, as vacinas também passaram a ser disponibilizadas para as crianças a partir de 6 anos. “Parte expressiva da comunidade educativa encontra-se já com a vacinação completa contra a Covid-19. Já a vacinação das crianças deverá ganhar velocidade nas próximas semanas – e conta, naturalmente, com o nosso total apoio. Esperamos que todas as crianças sejam vacinadas o quanto antes. Importante destacar ainda, para o início do ano letivo, a manutenção dos cuidados sanitários amplamente conhecidos, como o uso de máscaras e outros”, pontua.

 

Comentários