2 min de leitura

Entre os meses de maio e agosto deste ano, acontecerá a 3ª edição do JogoMat, torneio de matemática organizado pelo Centro de Aperfeiçoamento de Ensino de Matemática (CAEM) do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da USP. O campeonato desafia alunos da rede pública e privada de São Paulo com jogos desenvolvidos em parceria com os professores. A inscrição das escolas deve ser feita até o dia 21 de maio, por meio do formulário on-line

O JogoMat é organizado com objetivo de estimular o raciocínio e a interação entre os jovens. Além do desenvolvimento de habilidades de matemática, como as capacidades de pensamento lógico e resolução de problemas, os alunos aprendem em contato com estudantes de outros colégios da capital.

Dividido em duas etapas, uma disputada nas escolas e a outra no campus da USP,  o torneio de matemática premiará alunos de 5 categorias: Sub 08, do 1° ao 3° ano do Ensino Fundamental (EF); Sub 10, do 4° e 5° anos do EF; sub 12, para os alunos do 6° e 7° anos do EF; sub 14, do 8° e 9° anos do EF; e sub 17, para o Ensino Médio. Na primeira etapa, entre os meses de junho e agosto, os estudantes competem nas próprias escolas e são selecionados em uma competição interna. Os finalistas dessa fase participarão das finais nos dias 10 e 24 de setembro na USP. 

Para os professores, o JogoMat é uma chance de trabalhar com estratégias inovadoras de ensino e de ter contato com profissionais de outras instituições. Os jogos selecionados para o campeonato deste ano estão disponíveis gratuitamente no site do JogoMat 2022, neste link, e são inspirados nos movimentos das peças de xadrez.

JogoMat 2022 – torneio de matemática 

Público alvo: alunos de ensino fundamental e médio de escolas públicas e privadas da cidade de São Paulo
Inscrições: de 7 a 21 de maio, pelo formulário on-line  

Duração:
1ª etapa, realizada nas escolas: junho à agosto de 2022
2ª etapa, realizada na USP: 10 e 24 de setembro de 2022

Site do JogoMat 2022: https://www.ime.usp.br/caem/jogomat2022

Meninas melhoram desempenho em matemática

A diferença do desempenho de meninas e meninos em matemática, na educação básica, diminuiu, segundo revela relatório da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco).

Segundo a publicação, a disparidade caiu nos últimos 20 anos, mesmo em países mais pobres e, em alguns locais, as meninas superaram os meninos nesta área. Saiba mais clicando aqui

*Fonte: Jornal da USP, com edição do Escolas Exponenciais

Comentários