A leitura digital como uma fonte de oportunidades na educação
Tendências e Métricas

A leitura digital como uma fonte de oportunidades na educação

7 min de leitura

Durante a pandemia do Covid-19, a utilização de e-books e plataformas digitais decolou; mas mesmo antes disso, a leitura digital já se mostrava um elemento em crescimento, e daqui para frente, a tendência é que a prática se amplifique ainda mais – então como utilizar esse recurso da melhor maneira possível na educação?

Benefícios da leitura digital

Não é segredo que a leitura é um hábito a ser cultivado, e uma parte importante tanto do desenvolvimento educacional quanto pessoal de uma criança. Conforme os tempos mudam, é preciso que responsáveis e educadores se adaptem a eles, tirando o melhor da situação; se um dia a preocupação já foi sobre telas e eletrônicos substituindo livros, hoje – com cada vez mais possibilidades fornecidas pela tecnologia – a pergunta se torna: como utilizar essas novidades como aliadas na educação? A leitura digital, em específico, se mostra crescente no cenário das escolas.

A verdade é que esses recursos podem nos ajudar a encorajar e até facilitar o acesso à leitura durante a infância e a juventude – o que não tem preço, já que é comprovado que esse hábito ajuda não só na alfabetização e no consumo de conteúdo, mas também no descobrimento do mundo, no desenvolvimento da imaginação e de diversas habilidades socioemocionais.

Como diz Amanda Moreira Moser, em “A importância da leitura infantil na Era Digital”, do Jornal Cobaia, “motivar a criança desde cedo a gostar de ler proporciona a imaginação, melhora a cognição, auxilia na compreensão da língua nativa e as transforma em cidadãos críticos e conscientes”.

Ler para uma criança, portanto, é uma fundação importante para introduzir esse elemento da leitura em sua vida desde cedo. Além de proporcionar momentos de conexão entre indivíduos, aumenta as chances de que uma criança mantenha o hábito de ler quando crescer. Já informava a autora Simone Drumond Ischkanian: “Quanto mais cedo a criança tiver contato com os livros e perceber o prazer que a leitura produz, maior será a probabilidade de se tornar um adulto leitor.”

Precisamos nos preocupar com o tempo de tela?

Em um mundo cada vez mais apressado, é essencial utilizar todas as ferramentas possíveis para criar uma nova geração que não leia apenas por obrigação, mas que se interesse e entenda o que consome.

Confira também:

Caminhos para a transformação digital nas escolas

As distrações hoje em dia são inúmeras, e o período de atenção de todos nós – especialmente crianças – é cada vez mais curto. De acordo com a pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, realizada pelo Instituto Pró-Livro em 2012, 85% das pessoas entrevistadas afirmaram que nas horas vagas gostam de assistir à televisão;  enquanto isso, somente 28% afirmaram preferir ler um livro. É claro que, para uma geração que já nasceu inserida em um mundo tecnológico, sem conhecer algo diferente, se afastar das telas é mais difícil.

Mas a questão é justamente essa: o objetivo não deve necessariamente ser acabar com as telas e a tecnologia – até porque seria um esforço inútil, mas mais do que isso, seria um movimento contraprodutivo. Cada vez fica mais claro que o que devemos fazer, portanto, é aceitar o progresso e aproveitar a tecnologia de forma positiva: ela é, afinal, uma ferramenta que vale ouro. Hoje em dia, ignorá-la seria um desperdício; mas em um futuro muito próximo, será impossível.

Aqui entra, então, a leitura digital; ou seja, a leitura realizada por meio de aparelhos tecnológicos com o auxílio da internet. Existem aparelhos especializados como o Kindle, mas a leitura digital, por si só, está em todo lugar – tablets, computadores, celulares – até porque somos bombardeados com informações em nossos celulares o dia todo. Por isso, é importante levá-la a sério para instruir jovens a consumirem conteúdo da forma mais responsável. 

Se utilizada dessa maneira, a leitura digital tem o poder tanto de atrair jovens para o hábito da leitura – possibilitando a realização da atividade por meio da gamificação ou interatividade em novas plataformas digitais, por exemplo – quanto de tornar esse direito mais acessível em vários ambientes para diversos públicos. Livros digitais são, por exemplo, geralmente mais baratos; além disso, são mais fáceis de serem acessados do que muitos livros físicos.

Os jovens também ganham mais autonomia e protagonismo em sua própria educação quando possuem acesso direto e simples a recursos dessa forma, sem contar a maior possibilidade de interação entre colegas e professores que a tecnologia traz – no meio de uma pandemia, é claro, isso me mostra ainda mais importante. A flexibilidade da leitura digital pode aumentar tanto a frequência quanto a qualidade da leitura ao permitir acesso mais personalizado e a possibilidade de trabalhar inúmeros gêneros textuais diferentes.

Assim como as novas plataformas digitais de educação permitem que o professor acompanhe, de maneira objetiva, o progresso dos alunos, a leitura digital – com auxílio de alguns programas – também pode oferecer esse benefício ao possibilitar o controle de conteúdos acessados e do progresso de cada estudante (inclusive recebendo relatórios de leitura).

E como um elemento insubstituível da escola e da educação é o preparo dos jovens para o mundo que encontrarão durante seu crescimento, o contato com a tecnologia e, mais importantemente, o letramento midiático são necessários; afinal, vivemos em um mundo cada vez mais tecnológico onde as pessoas precisam saber utilizar certos instrumentos tanto para suas vidas pessoais quanto profissionais.

Dicas de plataformas digitais

Fica claro hoje que muitas vezes crianças parecem já conhecer, desde muito cedo, a tecnologia – às vezes mais do que nós adultos. Mas o importante é que elas sejam guiadas para conseguir utilizar esse elemento, assim como todos os outros, de uma forma positiva.

Para isso, as opções de ferramentas para leitura digital são variadas, e as escolas têm um repertório cada vez maior para adotar essa prática.

  • A Árvore, por exemplo, é uma dessas plataformas digitais; com mais de 30 mil obras, oferece um ambiente interativo para alunos e professores se aprofundarem na leitura.
  • O Elefante Letrado é outra plataforma de leitura digital, voltada a alunos do ensino fundamental, que oferece uma biblioteca diversificada e jogos interativos, além de relatórios de acompanhamento para professores.
  • Outras opções para encontrar e-books e materiais de leitura online incluem a Amazon; a Brasiliana, site da Universidade de São Paulo (USP); a Biblioteca Digital Mundial; a Domínio Público, biblioteca digital do governo brasileiro; e o Google Play

É verdade que a tecnologia, como toda ferramenta, pode ser usada tanto para o “bem” quanto para o “mal”. Assim, é nossa responsabilidade empregá-la da maneira mais positiva possível; e o que é mais agregador do que a educação? A leitura digital abre novos horizontes para o futuro da educação – muito além das mudanças da pandemia.

Referências
Leitura digital: saiba como a tecnologia pode ajudar na formação de leitores. Jornada Edu. 2021. Disponível em: <https://jornadaedu.com.br/tendencias-em-educacao/leitura-digital-saiba-como-a-tecnologia-pode-ajudar-na-formacao-de-leitores/> Acesso em 2 de novembro de 2021.

MOSER, Amanda Moreira. A importância da leitura infantil na Era Digital. Jornal Cobaia. 2019. Disponível em: <http://jornalcobaia.com.br/a-importancia-da-leitura-infantil-na-era-digital/> Acesso em 2 de novembro de 2021.

Livros Online: literatura infantil em tempos de geração alpha. Blog Leiturinha. Disponível em: <https://leiturinha.com.br/blog/livros-online/> Acesso em 2 de novembro de 2021.

RODRIGUES, Liliane. MOURA, Elisangela. Leitura digital em época de pandemia. Colégio Santa Cruz. 2020. Disponível em: <https://www.colegiosantacruz.g12.br/blog/educao/leitura-digital-em-epoca-de-pandemia> Acesso em 2 de novembro de 2021.

Seduc lança Ciclo de Formação Pedagógica da plataforma de leitura Elefante Letrado. Secretaria da Educação RS. 2021. Disponível em: <https://educacao.rs.gov.br/seduc-lanca-ciclo-de-formacao-pedagogica-da-plataforma-de-leitura-elefante-letrado> Acesso em 2 de novembro de 2021.

Comentários
WordPress Theme built by Shufflehound. 2020. Escolas Exponenciais. Todos os direitos reservados.