1 min de leitura

“O ato de avaliar é o ato de investigar a qualidade da realidade”. A afirmação é do educador Cipriano Carlos Luckesi, referência nacional em avaliação de aprendizagem, que fez a abertura, nesta quarta-feira (10), de mais uma edição do evento Conecta Escolas Exponenciais. Durante 25 minutos, o professor falou sobre “Como avaliar o aluno do século 21?”. O encontro virtual tem como temática as “Formas alternativas (e eficientes) de avaliar o aprendizado”.

Durante sua fala, Luckesi ressaltou que as decisões são tomadas a partir da investigação avaliativa. “Na tradição escolar, não aprendemos que o ato de avaliar subsidia novas decisões. A avaliação é nossa parceira, aquela que nos revela uma realidade a partir de uma avaliação”, afirmou.

De acordo com o educador, na tradição histórica a avaliação de aprendizado foi pautada conduta do termo examinar. “A legislação educacional brasileira, desde o império, usa essa terminologia de exames escolares. No Brasil, mudamos de exame para avaliação em meados dos anos 90. Anteriormente, era exame ou prova”, explica.

Para Luckesi, é necessário que o país deixe a prática dos exames e passe a utilizar a avaliação da aprendizagem. “A avaliação é nossa parceira para revelar se nossa ação resultou no aprendizado dos estudantes”, pontua.

Comentários