1 min de leitura

A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quinta-feira (21),  o projeto de lei, do Senado, que fixa em 25 o máximo de alunos na pré-escola e nos dois primeiros anos do ensino fundamental, e em 35 nos demais anos do ensino fundamental e no ensino médio.

De acordo com a parlamentar Alice Portugal, embora os estudos realizados até o momento sejam inconclusivos sobre a relação entre tamanho dos agrupamentos e desempenho acadêmico, ela afirma que turmas menores são mais benéficas porque possibilitam aos professores oferecerem um atendimento mais individualizado aos alunos, mais atento as necessidades específicas no processo de aprendizagem.

“Além disso, facilitam a manutenção da disciplina em sala de aula, um aspecto que tem sido causa de grande estresse para os professores, e influenciam as oportunidades de aprendizagem para todos os alunos”, completa.

Comentários