1 min de leitura

Os casos de covid-19 voltaram a subir no Brasil e, diante deste cenário, o uso de máscaras volta a ser recomendado por especialistas em saúde escolar. Atualmente, o Brasil está com uma média móvel de 31 mil novos casos por dia, sendo que no final de abril, a taxa estava em 12 mil. Os dados foram divulgados pelo Conass (Conselho Nacional de Secretários da Saúde).

Por meio de um comunicado, a Urmes (Urgências Médico-Escolares) informou que a retomada da utilização da proteção facial é uma medida necessária para ampliar a proteção da saúde dos alunos, familiares e educadores.

“Ante o aumento da positividade dos testes para covid-19 em várias cidades brasileiras (…), elevando também os registros de casos na comunidade escolar, a Urmes recomenda que seja estabelecido o uso de máscaras nos ambientes da escola”, traz a nota, que é assinada por Isabella Ballaiai, diretora médica da Urmes.

Ainda segundo os especialistas, adotar novamente o uso de máscaras neste momento pode evitar a retomada das aulas remotas. A Urmes ainda frisa a importância de a vacinação contra coronavírus estar em dia para toda a população elegível, que no Brasil está disponível para pessoas acima de 5 anos.

O Boletim InfoGripe Fiocruz, divulgado no começo deste mês, mostra que os casos de covid-19 no país correspondem por 59,6% dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SGRAG) nas últimas quatro semanas.

Na semana passada, o Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid de São Paulo informou que seguirá a orientação estadual, que recomenda o uso de máscara em ambiente fechado, mas não torna a utilização obrigatória.

 

Comentários