7 min de leitura

EAD, homeschooling, e-learning, ensino remoto emergencial, aulas virtuais. O mercado educacional mudou de forma exponencial nos últimos 3 meses, principalmente nas escolas de ensino básico, onde não era comum o ensino a distância antes da pandemia.

Com essa mudança, gestores, professores, pais e alunos se viram diante de um mundo de novos termos e novas formas de ensino e aprendizagem.

Existe hoje um universo de ferramentas para possibilitar que os alunos tenham aulas em casa, evitando o risco de contaminação. Lembrando que as aulas EAD já vinham ganhando muito espaço no ensino superior, mas que foi só em março que o MEC autorizou a oferta na modalidade a distância para o ensino fundamental, diante da situação emergencial.

 

Lista de ferramentas EAD

Listamos aqui algumas ferramentas disponíveis (e termos ligados ao tema) que vêm facilitando o ensino a distância e que são muito úteis para manter a educação da melhor forma possível com a interrupção das aulas presenciais. Vamos dar uma olhada?

 

1. AVA

Significa “ambiente virtual de aprendizagem”. É uma plataforma que reúne, em um só lugar, todas as ferramentas usadas por uma escola durante o ensino a distância. Por isso, também é chamada de Plataforma EAD.

Em geral, todo o conteúdo do AVA fica armazenado na nuvem, podendo ser acessado por professores e alunos a qualquer momento, desde que haja conexão a internet, por meio de um login e de uma senha.

Para ficar ainda mais claro, imagine que o AVA é um menu, uma lista de tudo o que está disponível no ensino remoto: aulas, exercícios, dicas de textos a serem lidos, links de artigos, vídeos, áudios, suporte ao aluno, chats, etc. Outro nome para o AVA é Sistema de gestão de aprendizagem (SGA) e, em inglês, a sigla é LMS (Learning Management System)

 

2. Fóruns de discussão

São nada mais do que espaços de discussão abertos no computador, um lugar onde os alunos podem interagir com os outros e, dessa forma, trocar experiências e conhecimentos, de forma digital.

O conteúdo pode se visto por todos que entrarem no fórum, por isso é ótimo para compartilhar materiais de apoio, como links para artigos interessantes, e estimular a educação colaborativa.

 

3. Chat

Também é um espaço de interação, mas diferente do Fórum, pois permite uma comunicação ainda mais interativa, permitindo o contato entre duas ou mais pessoas em tempo real.

Algumas plataformas de streaming e de comunicação por vídeo já possuem a ferramenta nativa, assim os alunos podem tirar dúvidas diretamente com os professores durante as aulas. Mas também é possível configurar e instalar um chat no site da escola através de soluções gratuitas disponíveis no mercado, como o Tidio e o JivoChat por exemplo.

 

4. Blog

Uma ferramenta que tem se mostrado excelente para a divulgação de conteúdos discutidos no ensino on-lineÉ possível, inclusive, criar diversas categorias para organizar esse material e até criar recursos para alunos, professores e pais.

Hoje existem diversas plataformas para criar o blog da sua escola. Entre eles está o WordPress que, além de muito flexível, é gratuito. Outra opção acessível é o próprio Blogger que, sendo de propriedade do Google, é de fácil configuração.

 

5. Bibliotecas virtuais

São acervos on-line onde é possível encontrar livros, textos e artigos, além de outros tipos de mídia. Exatamente como uma biblioteca virtual cheia de livros para serem lidos digitalmente.

Existem várias bibliotecas que, além de serem de livre acesso e ajudarem na distribuição do conteúdo para os alunos, podem ser usadas na hora de planejar as aulas, como: a Biblioteca Nacional, o Portal Domínio Público, a Biblioteca Interativa SEBRAE e a Biblioteca Brasiliana

 

6. Suporte aos alunos

Essa é uma ferramenta essencial para as escolas criarem um bom canal de comunicação entre professores e alunos, pois uma das maiores críticas ao EAD é exatamente que algumas instituições não oferecem o mesmo apoio ao aluno no ensino a distância.

A melhor opção é a utilização de um aplicativo de comunicação escolar, que possibilita manter a comunidade conectada em um só canal – e, dessa forma, tornar a comunicação mais dinâmica e eficiente -, além de ter uma resposta muito melhor do que grupos de WhatsApp e E-mails. 

Entre esses aplicativos de comunicação escolar está o ClassApp, o mais bem avaliado do segmento, que está disponível gratuitamente para as escolas. Comece a utilizar agora!

 

7. Conteúdos multimídia

São os conteúdos criados usando textos, infográficos, áudios, jogos, etc., pensados para que todos os alunos aprendam as disciplinas por meio de uma diversidade de técnicas de educação.

Os professores e gestores podem usar a criatividade para criar o próprio material, mas existem algumas plataformas disponibilizam seus recursos digitais para a comunidade escolar, como o Matemática Multimídia e o Escola Digital.

 

8. Gamificação

Outra ferramenta que vem se mostrando excelente para a modalidade de ensino a distância, pois, por meio da dinâmica de jogos, professores conseguem despertar o interesse de alunos pelo estudo, aumentando seu engajamento e melhorando seus resultados através da prática colaborativa da aprendizagem.

E não é preciso, necessariamente, utilizar a tecnologia para tirar proveito desse recurso! Para deixar a disciplina mais interativa, o professor pode transformar o conteúdo de sala de aula em uma narrativa, dividi-la em fases e desafios a serem resolvidos. Cada avanço de fase garante uma pontuação, que pode se transformar em premiações que estimulem ainda mais o envolvimento dos alunos.

 

9. Streaming

Forma de transmitir vídeo ou áudio instantaneamente por meio de redes. Por causa desse tipo de serviço, as pessoas podem ver o conteúdo sem a necessidade de fazer download, tornando muito mais rápido o acesso ao conteúdo on-line.

Esse tipo de conteúdo também pode ser ao vivo, o que possibilita maior interação dos alunos que podem tirar suas dúvidas na hora.

 

10. Blended Learning

É aprendizagem híbrida, que mistura o on e off-line para obter o melhor resultado do ensino-aprendizado.

Normalmente as instituições de ensino que aplicam essa metodologia disponibilizam seu conteúdo em uma plataforma EAD para depois discuti-lo presencialmente. É um ótimo método para as escolas que querem dar mais autonomia aos alunos, ao mesmo tempo que respeita sua disponibilidade.

 

Confira também:
O que é o Ensino híbrido e como usá-lo na volta às aulas presenciais?

 

Um curso para aprender sobre o mundo do EAD em 2 horas

O ClassApp criou um curso de EAD em parceria com o Escolas Exponenciais, mostrando como um aplicativo de comunicação e uma plataforma como o Google For Education podem ser duas excelentes soluções para o ensino a distância.

O curso dura cerca de 2 horas, de forma 100% on-line. São 9 módulos que abrangem desde uma introdução sobre o que é EAD, a questão legal do ensino a distância, passando pelo planejamento das aulas, pela criação e distribuição de conteúdo, até o gerenciamento e monitoramento do que está sendo feito ou já foi feito pelas escolas.

Dê uma olhada no nosso post completo sobre o curso ou, se preferir, vá direto para o link do curso.

 

Confira também:
Escolas Exponenciais cria pesquisa gratuita para ajudar escolas na crise

 

Comentários